O desenvolvimento de novos líderes é fundamental para que a empresa, além de valorizar os talentos, renove seu elenco e tenha sempre alternativas, caso seja necessária a criação de novas posições ou até mesmo aquela substituição não prevista.

Além disso, a perspectiva de crescimento dentro da própria empresa por meio da possibilidade de ocupar um cargo de maior responsabilidade e, consequentemente, visibilidade, pode ser bem vista por aqueles colaboradores que buscam galgar novos desafios, e ascender a posições mais estratégicas. 

Neste post falamos sobre a importância de desenvolver novos líderes dentro da organização e quais os benefícios atrelados a isso. Continue lendo e veja 5 dicas para uma formação eficiente de um pool de novas lideranças!

Por que o desenvolvimento de novos líderes é tão importante?

Liderar é um desafio que exige a aquisição de novos conhecimentos, habilidades e atitudes (cada vez mais humanos) de gerenciamento. Alguns profissionais apresentam uma maior desenvoltura nesta missão, enquanto outros (ouso dizer que estamos falando da grande maioria) precisam de capacitação para aprender a conduzir projetos e pessoas.

O líder tem responsabilidades de impacto dentro da empresa, por isso, o investimento na formação destes profissionais colabora para que as equipes sejam mais produtivas. 

Lideranças bem preparadas apresentam um perfil proativo, comprometido com os resultados, que agem de modo ético e responsável, trabalhando para colocar a empresa em destaque, sem nunca perder o olhar para as pessoas, se tornam, naturalmente, uma inspiração para aqueles que as cercam. 

Quem ocupa um cargo de gestão se transforma em um intermediário entre os objetivos da empresa e as necessidades dos colaboradores. Dessa forma, o profissional precisa ter habilidades para equilibrar todos os pratinhos, sempre em prol da satisfação e excelência.

Tá, e quais os benefícios dessa estratégia?

Além do engajamento e da motivação, implementar um plano de desenvolvimento de novas lideranças pode trazer ganhos para a empresa de médio a longo prazo, afinal, o desempenho dos líderes influencia diretamente o trabalho das equipes e resultados.

Entre as vantagens de desenvolver as lideranças estão:

  • melhoria do clima organizacional – bons líderes priorizam um relacionamento saudável com suas equipes, onde a comunicação e a empatia são práticas da rotina diária, criando um ambiente colaborativo e agradável;
  • maior produtividade das equipes – lideranças competentes e confiáveis despertam em seus colaboradores o desejo de trabalhar bem e alcançar resultados excelentes, o que tem a ver com a forma como as demandas são atribuídas e acompanhadas;
  • elevação motivacional – equipes que têm liberdade de trabalho se sentem motivadas diariamente, pois sabem que podem contar com um líder compreensivo que orienta e direciona e não apenas com um chefe que delega e cobra resultados;
  • permanência dos talentos – como falamos anteriormente, um profissional que vislumbra o crescimento e evolução para cargos mais elevados, com responsabilidades desafiadoras, possivelmente não buscará oportunidades no mercado.

Esses são apenas alguns dos benefícios, considerando que cada empresa possui um planejamento estratégico personalizado com objetivos voltados para o negócio. O desenvolvimento das lideranças alinha o comportamento e sincroniza a conduta de acordo com os propósitos da organização.

Como desenvolver as lideranças? 5 dicas para um planejamento efetivo

É essencial ter um plano de desenvolvimento e adotar práticas no dia a dia que ajudem a fortalecer a intenção da empresa de encontrar na própria força de trabalho os talentos ideais para ocupar os cargos de gestão.

Sendo o papel da liderança tão importante para o desenvolvimento organizacional e suas estratégias de crescimento, selecionamos algumas dicas para ajudar você nesse processo!

  1. Saiba identificar talentos

O primeiro grande trunfo para que você consiga formar uma base sólida de futuros líderes é identificar os profissionais com potencial para ocuparem essa cadeira, seja imediatamente ou no futuro. Um equívoco comum que muitas empresas cometem é de considerar profissionais técnicos de alta performance para cargos de liderança, sem observar suas habilidades de gestão.

Portanto, ao mapear os talentos da organização, é preciso avaliar, dentre os colaboradores, aqueles que apresentam as competências necessárias, ainda que não desenvolvidas plenamente. 

Habilidades como influenciar, tomar decisões complexas, comunicar-se bem em vários níveis, ser criativo, empático, saber planejar e executar são alguns exemplos das skills fundamentais para ser um bom líder.

E para que você consiga identificar esses talentos no dia a dia, é preciso estar próximo a eles, pois, muitas destas habilidades aparecem no fluxo do trabalho, quando quase ninguém está olhando. 

A gestão destes colaboradores e das pessoas próximas também pode ser uma importante aliada nessa etapa de identificação. Por isso, construa relações e estabeleça métodos para captar as informações e assim monte seu pool de novos líderes. 

2. Estimule a autogestão… e a autonomia!

Chamamos de autogestão um conjunto de boas práticas capaz de nos auxiliar a distribuir a autoridade, dando clareza de responsabilidades e o máximo de autonomia a cada integrante da empresa. 

Esta é uma excelente maneira de desenvolver habilidades de liderança e detectar potenciais talentos na organização. No entanto, o desafio aqui pode ser bem grande, pois como você pode perceber, praticar a autogestão demanda, necessariamente, dar autonomia às pessoas e confiar que elas entregarão o resultado combinado. 

Ou seja, o foco está mais na entrega de bons resultados do que na maneira com que cada membro da equipe fará seu trabalho. Assim, será mais fácil conduzir uma equipe que, inspirada pelo líder, sabe que tem liberdade para desenvolver suas atividades.

Quando todos os colaboradores praticam a autogestão, aos poucos vão desenvolvendo características de liderança. Isso porque a prática demanda aprendizado contínuo, tanto em nível técnico quanto comportamental, o que é determinante para a atuação desse profissional.

3. Desenvolva formas de avaliação

Os diferentes modos de avaliação ajudam a analisar e acompanhar a evolução de um colaborador. 

Com as avaliações é possível identificar os pontos fracos e fortes de cada pessoa e promover capacitação e aprimoramento de aspectos específicos, de acordo com o que precisa ser mais ou menos desenvolvido.

Vale destacar que da mesma maneira que a avaliação é importante para a formação de novos líderes, é, também, para aqueles que já ocupam cargos de gestão, pois com ela é possível identificar na equipe perfis diferenciados.

4. Acompanhe a evolução dos talentos

Aqui temos outro ponto crucial para que sua estratégia surta os efeitos desejados. Nesse sentido, além de implementar um plano de desenvolvimento de novos líderes é primordial acompanhar seu progresso, ou seja, o quanto cada colaborador pode evoluir para um nível maior de responsabilidades.

Esse acompanhamento possibilita identificar quais foram as soft skills e hard skills aprimoradas e que deixam o profissional mais perto de estar apto à liderança. Mesmo com o desejo de se tornarem líderes, nem todos os profissionais evoluem da forma esperada e esse é um ponto delicado do processo.

5. Forneça feedbacks contínuos

Não só em função das avaliações, mas na rotina diária, os feedbacks são fundamentais para que cada colaborador entenda se está no caminho certo ou não. Diante de um retorno claro e objetivo, o profissional pode avaliar seu próprio desempenho e comportamento.

O feedback, quando bem elaborado e fornecido, incentiva a autoavaliação. Com ele, o próprio profissional consegue entender se está pronto para assumir responsabilidades de nível gerencial ou, ainda, pode ajudar aqueles que não conseguem enxergar a ver com clareza que podem ir além e contribuir mais para o sucesso da empresa.

Sabemos que desenvolver novos líderes não é uma tarefa fácil e exige muitas análises e planejamento.

É um processo que requer diagnóstico, em um trabalho conjunto com os profissionais em formação para que reflitam sobre quais as competências de liderança devem ser priorizadas.

Essa é a razão da nossa existência, pois na Weego, ajudamos as empresas a transformar gestores em grandes líderes. Auxiliamos os novos líderes durante sua jornada individual e em escala, proporcionando melhoria para os resultados da organização!

Se você deseja melhorar a performance do seu negócio por meio do capital humano e aproveitar os talentos de forma progressiva em sua empresa entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudar com nossas soluções de desenvolvimento de lideranças!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *