Muitos desafios do crescimento e desenvolvimento das organizações podem ser solucionados se a empresa tiver um RH estratégico atuando em favor dos seus objetivos. Afinal, os talentos são indispensáveis para produzir, inovar, atender bem ao cliente, etc.

Por isso mesmo, o departamento, que antes se preocupava com tarefas administrativas, folha de pagamentos e contratos de trabalho, agora precisa desenvolver pessoas, promover boas experiências no trabalho, cuidar da marca empregadora, entre outras metas.

Neste conteúdo, abordamos as novas funções do RH e como ele pode ser mais estratégico. Além disso, mostramos a importância de priorizar a liderança nessa mudança para o desenvolvimento organizacional. Não deixe de conferir!

O RH estratégico nas empresas

Ter um RH estratégico consiste em inserir a gestão de pessoas como elemento da estratégia de negócios, mudando os poderes e as responsabilidades do departamento. Assim, quando a empresa se questiona sobre como vai alcançar seus objetivos, a resposta passa a posicionar a gestão de pessoas como meio organizado para atingir os resultados desejados pela alta administração.

Ao ser alçado a esse nível, o RH precisa revisar suas atividades e assumir novos papéis. Embora as rotinas administrativas ajudem a empresa, elas não são vantagens competitivas, tampouco diferenciais que vão fazer o negócio decolar em direção ao sucesso. É necessário se voltar para diversas outras atividades:

  • desenvolver o capital humano;
  • construir a marca empregadora;
  • proporcionar condições para atração e permanência de talentos;
  • cuidar da motivação e engajamento dos colaboradores;
  • criar um ambiente de trabalho de pessoas felizes e produtivas.

Além desses exemplos, o RH contribui por meio do desenvolvimento da liderança de alta performance. É importante sensibilizar esses profissionais sobre seu papel na gestão de pessoas e desenvolver as competências que necessitam para serem uma influência positiva sobre o clima organizacional, motivação, engajamento, cultura, desenvolvimento e produtividades dos colaboradores, entre outros fatores.

A diferença entre RH estratégico e tradicional

O RH tradicional era mais fechado em si mesmo, apesar de realizar atividades como recrutamentos e treinamentos, isso não era visto como parte da estratégia de negócios. Assim, o foco é mais voltado para necessidades pontuais, como preencher um cargo e atender a requisição de contratação, sem o porquê por trás das ações.

Além disso, as rotinas burocráticas eram um entrave para o setor dedicar seu tempo a tarefas estratégicas. A tecnologia foi essencial na mudança de patamar do setor, reduzindo as rotinas repetitivas mediante ferramentas de automação.

Nesse sentido, o RH estratégico compartilha dilemas com a alta administração. Como criar uma cultura organizacional forte, produzir resultados financeiros, inovar e desenvolver vantagens competitivas? Aliás, como fazer tudo isso por meio da atração, desenvolvimento e permanência de talentos? É um setor que, diferentemente do seu antecessor, está integrado aos planos da organização como um todo.

Os benefícios do RH estratégico para as organizações

Implementar o RH estratégico representa uma série de vantagens para as organizações. Não se trata apenas de um dar status ao setor, mas de mudanças em suas atribuições e responsabilidades, bem como nos benefícios que ele pode nos oferecer. Confira os principais ganhos.

Aumento da produtividade

O RH estratégico é atento à produtividade do colaborador, buscando formas de entender as suas causas. Assim, além da questão financeira, estudam-se outros elementos que influenciam o desempenho, como competência, motivação, clima organizacional e engajamento.

Otimização de tempo

A transformação do setor se apoia em tecnologia para alienar tarefas burocráticas. Essas atividades deixam de bloquear o expediente dos profissionais do departamento, criando processos mais ágeis e enxutos.

Área focada em resultados

O departamento também passa a perseguir proativamente as metas de negócio. Em uma estrutura burocrática, o foco está em atender a um conjunto de rotinas e procedimentos. Já no estratégico, o foco é o resultado, e as pessoas podem exercitar a autonomia, criatividade e empreendedorismo em busca deles.

Melhoria de processos

Os novos requisitos modificam os processos existentes. Recrutamos, avaliamos e treinamos melhor a partir do momento em que temos que participar dos resultados da empresa.

Vantagens competitivas

Por fim, o RH estratégico é o meio para posicionar o capital humano como vantagem competitiva. Afinal, atua para que a empresa tenha as competências necessárias para realizar seus objetivos, priorizando as pessoas como parte do sucesso da organização.

Como tornar o RH mais estratégico

A mudança do papel do RH pode começar com o setor assumindo novas funções e implementando melhorias, melhorando aos poucos até chegar ao nível estratégico. Veja algumas dicas para dar os primeiros passos!

Integre o RH com outros setores

A participação do RH junto aos demais setores deve ser intensificada com a troca de informações e colaboração. É preciso entender as necessidades, avaliar os colaboradores, buscar formas de promover boas experiências, entre outras iniciativas em conjunto com os líderes de cada área.

Crie políticas de atração e permanência de talentos

É importante entender que o benefício financeiro não é mais suficiente para atrair e manter as pessoas mais qualificadas na empresa. Assim, comece a pensar em como tornar a organização um excelente lugar para trabalhar e construir uma marca empregadora nesse sentido, com benefícios, experiência, relações de confiança, cultura e boas lideranças.

Defina metas alinhadas aos objetivos da empresa

As metas que interessam ao RH se tornam aquelas que promovem os objetivos da empresa. Isto é, quando definimos que vamos treinar e desenvolver, aplicar uma pesquisa de clima ou mudar os benefícios, precisamos entender como isso vai impactar a organização em termos de custos, receitas, lucratividade e imagem de marca, fixando metas alinhadas aos planos da organização.

Oriente os processos por dados

A atuação estratégica exige que o RH conheça e acompanhe as pessoas, bem como consiga melhorar os processos de gestão de pessoas. Para isso, o apoio dos dados é indispensável, inclusive, com a adoção de mecanismos modernos, como a People Analytics, para tomar decisões assertivas.

Invista em tecnologia

Sem tecnologia, o setor terá sérios obstáculos para realizar as atividades estratégicas, pois ainda será repleto de tarefas manuais e repetitivas. Busque a combinação entre ferramentas que vão trazer inteligência para o setor com automação de processos para criar o cenário ideal para os profissionais de RH.

Desenvolva pessoas

A empresa também deve buscar o crescimento do capital humano. Hoje, a velocidade da mudança exige a constante atualização das competências técnicas. Além disso, as competências comportamentais se valorizaram, pois conseguem se adaptar a diferentes cenários. O desenvolvimento de ambas deve fazer parte dos planos da empresa para os seus colaboradores.

Um dos desafios mais recompensadores será o desenvolvimento de liderança. Além de ser uma competência que gera muitas dúvidas sobre o modelo ideal, as consequências de bons ou maus resultados influenciam o desempenho das equipes, e não apenas de uma pessoa. Logo, é uma prioridade para o desenvolvimento organizacional.

Por isso, a Weego auxilia os RHs a serem mais assertivos e estratégicos. Além de contar com soluções para superar os desafios de desenvolvimento de liderança, como diagnóstico, trilhas personalizadas e microlearning, você pode utilizar a People Analytics para acompanhar a evolução dos profissionais e otimizar o tempo na área de desenvolvimento com automação de tarefas. Com isso, fica fácil entender o retorno sobre o seu investimento.

O desenvolvimento de liderança é fundamental para o RH estratégico alcançar suas metas, criando um ambiente de trabalho com condições favoráveis ao plano de negócios. E você terá todo suporte necessário para promover a evolução contínua dos gestores, acompanhar o seu desempenho e verificar os impactos da educação corporativa nos resultados da organização aqui na Weego.Então, agora que você já entende o papel do RH estratégico mais a fundo, conheça as soluções da Weego e comece essa mudança pela transformação de gestores em grandes líderes!

Publicado por Thais Bueno

Head de Aprendizagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *