Muitas mudanças sociais e mercadológicas têm transformado as empresas que precisam, agora, se adequar a esse novo cenário. Com isso, é preciso que os gestores também passem por uma reformulação no mindset e no comportamento de liderança.

Com papel fundamental nessa mudança, os líderes devem estar preparados para orientar e direcionar suas equipes. No entanto, nem sempre as empresas contam com profissionais qualificados o suficiente para que o processo seja realizado corretamente.

Uma pesquisa realizada pela Deloitte aponta que para 80% das empresas no mundo, a prontidão dos líderes é um dos principais desafios nas transformações empresariais. Nesse sentido, o foco no desenvolvimento das lideranças é tão importante quanto necessário.

O objetivo deste post é traçar um panorama sobre o assunto e ajudar as empresas a identificarem possíveis deficiências em suas lideranças que possam comprometer essa adaptação. Continue lendo e veja como o método Weego de liderança pode contribuir nesse processo!

Quais são os principais desafios enfrentados pelas empresas na atualidade?

Já faz um tempo que o mercado passa por transformações de âmbito social e tecnológico, modificando muito das práticas do mercado. Com a pandemia, esse cenário se intensificou e o que era tendência passou a ser uma realidade, por vezes, dura e incontestável.

Com isso, muitas empresas tiveram que se adaptar e adequar seus projetos e processos a formas possíveis de trabalho. Da rotina presencial diária, as equipes passaram a atuar remotamente no modelo home office.

Foram muitos meses de confinamento, trabalho e relacionamento à distância, entre colegas, líderes e equipes. Agora, com o avanço da vacinação, obedecendo às normas, as organizações têm retomado a rotina de antes, voltando as equipes para o ambiente físico.

Entretanto, o mundo já não parece ser como era antes, considerando os impactos causados não só por uma doença de abrangência global, mas pela introdução dos novos modelos de trabalho e alteração no comportamento das pessoas que passaram a valorizar mais a qualidade de vida.

Muitos profissionais descobriram ser possível realizar suas atividades e fazer boas entregas, sem precisar sair de casa. Por isso, agora, as empresas que quiserem retomar o modelo anterior, precisam encontrar equilíbrio para manter a equipe motivada e produtiva.

A liderança tem um papel de impacto nesse contexto, considerando seu poder de influenciar pessoas. Contudo, se até mesmo os colaboradores nessa posição sentiram a pressão de mudanças tão bruscas, talvez não estejam preparados para conduzir adequadamente suas equipes nessa retomada.

Paralelo a isso, muitos profissionais se tornam gestores de área, sem conhecer a fundo o que é ser um líder de verdade. Essa é uma situação que pode estar associada à falta de capacitação que resulta em dificuldades para lidar com os problemas vivenciados.

Como desenvolver o comportamento de liderança para se adequar a esse novo cenário?

Uma liderança ruim pode colocar a perder todas as estratégias traçadas pela empresa e inibir as boas expectativas de êxito. Isso porque os resultados dependem da performance engajada e motivada dos talentos.

Os líderes que não acompanham suas equipes ou não incentivam seus colaboradores para melhorar sua produtividade estão fadados ao insucesso. É impossível que uma empresa atravesse momentos de transformação sem ter na retaguarda líderes competentes e proativos.

Sabemos que o comportamento da liderança é decisivo em meio às mudanças e que uma postura positiva e incentivadora faz total diferença para uma equipe em adaptação no ambiente — líderes que não se colocam à disposição do time não estão preparados para assumir uma posição de comando.

Não existe uma fórmula mágica sobre o melhor estilo de liderança ou um perfil ideal para que a empresa tenha sucesso. Existe, na verdade, um esforço conjunto para desenvolver o melhor perfil de liderança, específico para cada organização, que irá atuar no gerenciamento de pessoas e processos.

Por isso, o desenvolvimento personalizado de líderes, conforme as necessidades do negócio, é crucial no preparo para enfrentar tantas mudanças. Com o método Weego de liderança, podemos transformar os gestores da sua empresa em grandes líderes.

Nossa proposta é desenvolver e apoiar cada líder em sua jornada, individual e em escala, para melhorar os resultados da organização. Em vez de treinamentos pontuais, onde há o risco de que, em pouco tempo, o líder possa voltar a cometer os mesmos erros, traçamos um plano contínuo de desenvolvimento.

Os líderes trabalham diariamente sob pressão e, muitas vezes, precisam tomar decisões que determinam o futuro da empresa. Sem o desenvolvimento das habilidades técnicas e comportamentais adequadas, tendem a se recolher e adotar velhos hábitos.

Nesse momento de transição mercadológica e empresarial, é preciso se manter firme e não deixar que as incertezas sejam motivo de descompromisso com a equipe. No método Weego trabalhamos as principais power skills de liderança, sustentadas pelos pilares que um líder precisa desenvolver:

  • entender;
  • aprender;
  • praticar;
  • impactar.

Ajudamos o gestor a fazer uma autoavaliação para desenvolver uma maior consciência sobre sua atuação e entender seus gaps e fortalezas como líder. Mais do que apenas desenvolver, estimulamos a liderança a colocar em prática todo o aprendizado, para visualizar, por meio das ações, aquilo que faz mais sentido em sua jornada.

Com atividades semanais e personalizadas, aplicadas conforme as necessidades e inteiramente alinhadas ao seu dia a dia, convidamos os líderes à reflexão. Nesse cenário de desenvolvimento, eles se tornam protagonistas do próprio aprendizado ao vincular, durante as avaliações, suas diferentes percepções na relação do que foi aprendido e os pontos que precisam ser trabalhados.

Para nós, o êxito do método Weego está no impacto gerado pelo aprendizado, percebido pela própria equipe, na mudança comportamental da liderança. O time é o termômetro dessa transformação, pois é ele quem precisa sentir que pode confiar e, sobretudo, seguir sua liderança.

Quando há uma identificação de melhora no comportamento da liderança, é um sinal de que todos os estímulos que embasam nosso método estão funcionando corretamente. A essa altura, líder e equipe já estão sintonizados e preparados para, juntos, lidar com os desafios da transformação e construir uma base forte, alinhando as necessidades individuais com os objetivos do negócio.Se você gostou do post e deseja transformar o comportamento da liderança de forma positiva para gerar impacto nas equipes, entre em nossa página para conhecer o método Weego e como podemos ajudar nesse processo!

Publicado por Thais Bueno

Head de Aprendizagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.