Em um momento em que o desenvolvimento é essencial em qualquer organização, e a cultura de aprendizado se destaca nas empresas, o conceito de learning organizations se destaca. Trata-se da característica das organizações que conseguem aprender para lidar com as mudanças.

As oportunidades e ameaças não permanecem estáticas ao longo do tempo. Por isso, os planos e competências que a empresa tem hoje podem não ser válidos amanhã. Assim, aprender é a chave para lidar com as transformações, reinventando-se com novos jeitos de fazer as coisas.

Logo abaixo, apresentamos como a Learning Organization transforma e mantém a competitividade a partir do desenvolvimento de pessoas, especialmente de lideranças. Continue a leitura e construa essa vantagem competitiva na sua empresa!

O que é a Learning Organization

Learning organization é a empresa que, sistematicamente, adquire novos conhecimentos e consegue usar desse aprendizado para modificar seus comportamentos. Portanto, está preparada para lidar com mudanças e incertezas de mercado.

Um ponto importante é que essa característica é reflexo do capital humano. As organizações aprendem quando as pessoas que nelas estão inseridas se desenvolvem, sendo adaptáveis e flexíveis.

Por isso, quando pensamos em como implementar uma learning organization, estamos falando de transformações no comportamento humano na empresa.

Os princípios para realizar essa transformação são descritos por Peter M. Senge em “The Fifth Discipline: The Art and Practice of the Learning Organization”.

Domínio pessoal

O primeiro deles é a capacidade de as pessoas estarem preparadas para aprender. O desenvolvimento individual exige paciência, disciplina, interesse e outros atributos que dizem respeito ao domínio pessoal. Por isso, facilitar essa evolução nas pessoas é o ponto de partida.

Modelos mentais

O filtro pelo qual a pessoa enxerga as situações também precisa mudar. É importante ter uma mentalidade aberta a novas ideias e práticas, em vez de um pensamento fechado e hostil à mudança.

Pensamento sistêmico

As lideranças empresariais precisam enxergar a dinâmica existente na empresa, entendendo como o sistema pode evoluir no longo prazo. Trata-se de olhar para como as partes do negócio interagem e influenciam os comportamentos umas das outras, em vez de focar apenas na melhoria isolada de uma área.

Visão compartilhada

Além disso, a liderança precisa ajudar as pessoas a visualizarem os objetivos da empresa. É importante que todos estejam na mesma página e percebam a conexão do propósito individual com as metas coletivas, compartilhando uma visão.

Aprendizado em equipe

Por fim, o aprendizado deve estar alinhado para que os conhecimentos adquiridos por uma pessoa sejam coerentes e complementam o da outra. Por isso, o aprendizado deve acontecer não apenas ao nível individual, mas em equipe.

Os benefícios de implantar uma learning organizations

A learning organizations é mais adaptável às mudanças e consegue lidar com as incertezas do mercado. Isso ocorre principalmente pelos atributos positivos que estão presentes nas empresas que aprendem.

Redução do turnover

As pessoas da empresa, enquanto o elemento que pode aprender e evoluir, ganham protagonismo. Assim, ao serem mais valorizadas e incentivadas, ganham bons motivos para permanecer na organização.

Com aprendizado contínuo, a empresa também mitiga a necessidade de substituir colaboradores. Afinal, as pessoas estão sempre atualizando suas competências para se manterem produtivas.

Senso de comunidade

Os princípios de learning organizations mostram a importância não apenas do desenvolvimento individual, mas de crescer coletivamente. A visão compartilhada e o aprendizado de grupo são pontos críticos nesse processo, fazendo as pessoas terem objetivos e responsabilidades em comum.

Novas ideias e soluções

As mudanças de mentalidade e o foco em aprender criam um ambiente mais favorável à criatividade e à inovação. Novas ideias e soluções são incentivadas, e a learning organizations prega que não se tenha medo de modificar comportamentos a partir delas.

Sucesso baseado no compartilhamento de conhecimento

O conceito de learning organizations coloca o conhecimento como um ativo-chave para o sucesso da empresa. Além disso, mostra um caminho baseado em aprendizado e visão coletiva, com o objetivo de cultivar essa riqueza dentro organização.

Maior produtividade e performance

Por fim, a empresa conta com pessoas mais preparadas para suas funções. Como dito, o mercado muda, e os requisitos para ter produtividade e performance variam com o tempo. Aprender continuamente é a chave para lidar com esse desafio e atingir os resultados de negócios.

Como implantar uma learning organization

As mudanças necessárias para implantar uma learning organization dizem respeito à cultura organizacional. É preciso transformar o que fazemos continuamente, com novos valores e comportamentos, para ser uma empresa capaz de aprender. Confira abaixo algumas dicas úteis para a implementação!

Lifelong learning

O aprendizado não pode, portanto, ser uma atividade passageira. Adquirir novos conhecimentos e habilidades deve ser parte do processo de negócios, sendo uma atividade contínua.

De fato, o lifelong learning cria pessoas mais preparadas para acompanhar o ritmo das mudanças. E este aprendizado vai se refletir no desenvolvimento da organização.

Lideranças alinhadas

As lideranças são decisivas em todos os princípios de learning organizations. São as pessoas à frente das equipes que incentivam e reconhecem os comportamentos de aprendizado, compartilham uma visão de futuro com a equipe, alinham as iniciativas de diferentes pessoas, entre outras ações.

Nesse sentido, a transformação da cultura passa pelo desenvolvimento de lideranças. A gestão deve ser alinhada com o novo modo de ser da empresa e contar com as competências necessárias para implementar as melhorias.

Construir e compartilhar

A empresa precisa se transformar em um sistema de produção e distribuição de conhecimento internamente. Para isso, é importante pensar em iniciativas de educação corporativa.

Formar facilitadores, criar planos de desenvolvimento individual, buscar novos métodos de aprendizagem, como microlearning e a aprendizagem ativa, são alguns exemplos do que pode ser colocado em prática.

Avaliação contínua

O processo de transformação da empresa deve ser medido e acompanhado de perto. Para isso, a empresa pode apostar em avaliações contínuas e usar esses dados para tomar decisões, como implantar medidas corretivas ou definir padrões.

Nesse sentido, a transformação começa pelo topo, desenvolvendo lideranças capazes de implantar a cultura de aprendizagem. A mudança deve ser acompanhada de perto e reforçada, dia após dia, para que os novos comportamentos se tornem parte do modo de ser da organização.

A Weego entra como uma parceira estratégica nessa evolução da empresa em sua totalidade. Com soluções em diferentes áreas, como análise de dados, educação corporativa e desenvolvimento de lideranças, facilitamos a jornada para que a organização se desenvolva.

Quando enxergamos o comportamento da liderança por meio de dados, podemos saber se a empresa está no caminho certo. O que será feito de modo alinhado ao processo desenvolvimento, para que a gestão tenha as competências necessárias e transforme a cultura da empresa.

Assim, você reunirá as ferramentas necessárias para tirar o conceito de learning organizations do papel. Logo, pode preparar a empresa para lidar com os desafios dos ambientes de negócios atuais, como mudança e incerteza constantes.Para conhecer o método Weego, acesse as nossas soluções de desenvolvimento de lideranças!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *